“Gay for a day” : A música do Universo

“Gay for a day”

camisetagay dayAproveitando a estadia em Vancouver, saí à rua para acompanhar a parada gay num dia cheio de sol. Apesar de ser hoje considerado um dos maiores eventos do verão na cidade, nem sempre foi assim. O primeiro encontro foi em 1981 e não tinha o apoio das autoridades. O nome oficial é Parada do Orgulho GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Começou uma coisa bem pequena, na época era mais um protesto envolvendo direitos humanos.

Hoje é uma festa, porque trata-se de uma festa - do orgulho gay  - muito bem organizada que acontece em várias capitais do mundo. Eu nunca tinha ido em parada gay, então falando com o meu olhar, diria que é uma data onde as pessoas podem soltar a franga. Até porque é um dia em que se comemora a diversidade. Não sei como é nos outros lugares mas aqui, pelo que vi e senti, certamente as pessoas aceitam e convivem naturalmente, e quando tal acontece, o respeito fica implícito.

A interação é total. Casais homos e heteros trocam figurinhas, caminham abraçados, de mãos dadas sem causar estranheza ou embaraços. Em Vancouver, os casais homossexuais não precisam de um dia especial para manifestarem carinho publicamente ou se assumirem como um casal. Vemos famílias inteiras no evento, crianças com o rosto pintado nas cores do arco íris, adolescentes e idosos, gente de todas as idades. O que menos importa é a orientação sexual do indivíduo.

É como um dia de Alice, onde você sai vestido do jeito que quiser, fantasiado, colorido, de peito ao léu, sem cueca... Enfim, o dia é seu, a fantasia é sua, o orgulho é seu. Para você que é gay e para quem não é, mas sai junto, apoia, diverte-se, bate um papo descontraído, come, bebe, dança - o som é ao vivo - e  ainda faz umas comprinhas porque tentação é o que não falta e a variedade de produtos não deixa ninguém sair sem soltar uns dólares canadenses.

São camisetas com dizeres bem humorados, colares, brincos, chapéus, roupas para você ousar ou criar em cima, adaptando ao seu estilo. Eu, por exemplo, comecei comprando um criativo adorno de cabeça, colorido como a data manda, feito de bexigas,  depois quase levei um corselet (sonho de consumo), acabei trocando por um chapéu branco que usarei muito no verão brasileiro e fechei com um tradicional cachorro quente, apreciando a linda praia de Sunset Beach.

Querem saber? Iria de novo. Para quem tiver oportunidade, é uma boa diversão. Entre na brincadeira e vista a camiseta, seja gay por um dia, ou melhor seja você mesmo e dê força ao evento com a sua presença porque a festa é para ser de todos.

É diversão certa!

Parada do orgulho gay São Paulo

1 comentários :

Teresa Cristina disse...

Legal amiga, tudo colorido, cheio de vida, sol e amor. Sem preconceitos .... o que importa é a diversão! E respeito pelas escolhas. Bjão!

Postar um comentário

Este espaço é seu.
Deixe sua opinião ou se preferir conte uma história. Peço apenas que seja educado.
Obrigada, volte sempre.


Related Posts with Thumbnails