Faces do mal : A música do Universo

Faces do mal

"Pessoa arrogante não erra,não se desculpa,não ouve, não faz uma reflexão.Teima, debocha e pisa em quem é idiota o bastante pra lhe dar atenção." (Dália Hewia)

E tem um figura por aí... Infelizmente mais um que... 

Boa apresentação, muito papo, grande esforço em ser eficiente e preservar a imagem, entretanto sem um pingo de humildade, se achando a última bolacha do pacote.

Felizmente alguma coisa acontece com estas pessoas, um descontrole acobertado pelo excesso de orgulho e vaidade. Seu lado obscuro, calculista e velhaco é muito superior ao nível de falsidade e capacidade de camuflagem. Mas, ainda assim tudo tem seu tempo. A roda da vida gira na mesma harmonia que a aura, onde o eixo é a nossa mente. Se estamos saudáveis, felizes, a estrela brilha, o Universo corresponde às nossas crenças e pensamentos, mas a premissa vale para o oposto.  No caso de patologias extremas, como a maldade constante, o Universo também será coadjuvante. Neste caso é necessário um conjunto de fatores, inúmeras mudanças nos astros, não sei quantos giros da terra, umas tantas vidas atropeladas, para a consciência castigar.

Viver num ambiente onde a semente do mal foi plantada é exaustivo. O veneno vai transbordando e começa a deixar rastros.  Logo tudo em volta fica contaminado, o desconforto se espalha, e as boas pessoas, gente honesta, com bons valores, vive incomodada com a consciência pesada pelos pecados alheios. Sobretudo em situações que o controle, as rédeas, pertencem ao detentor do mal. Infelizmente, este tipinho obscuro, vai se apoderando de algum tipo de poder, primeiro pelas beiradas, depois chegando às rédeas de fato. Porque é o poder a moeda dos sujos, é a razão pela qual eles chafurdam na velhacaria. Resta aos demais afastarem-se. Amigos e parentes se separarão, alguns perderão seu emprego, vítimas dos jogos obscuros ou por livre e espontânea vontade. Tudo para fugirem ao embaraço, à vergonha, ao desconforto de encarar amigos, parentes, colegas que eles prezam, mas sem a possibilidade de alertá-los das tramas que acontecem nas suas costas.

E assim fica parecendo que o mundo inteiro é podre.  Mas a explicação é mais simples, e, ainda assim mais profunda. É que gente honesta não se mete em tramas, não fica preocupada com maldade, não se resguarda, tende a confiar no próximo. Por outro lado, para quem vive nas sombras o palco é grande, do tamanho do mundo. Basta uma maçã podre, espalhando as suas larvas que a doença se alastra. Qualquer canto vira palco para um figurão cheio de pose, um doente, uma mente patológica, que se acha com direito a tudo, até a de manipular a vida alheia. 

Não há obstáculo, não há boa vontade, não há milagre que detenha a maldade  visceral, instalada numa mente movida por algum transtorno de personalidade.  Atropelar, incomodar, sujar a barra de quem quer que seja, usando e se apoderando da boa vontade dos outros para abrilhantar o próprio ego tem um agente motivador: um sentimento doentio de que seu valor pessoal está acima de qualquer outro indivíduo, por isso ele possui crédito vitalício com o Universo. O que é bom tem que ser seu.
...
Livrai-nos do mal.
Amém!

0 comentários :

Postar um comentário

Este espaço é seu.
Deixe sua opinião ou se preferir conte uma história. Peço apenas que seja educado.
Obrigada, volte sempre.


Related Posts with Thumbnails