Intenção! Uma palavra de poder : A música do Universo

Intenção! Uma palavra de poder



“Quando os alunos estão prontos, o professor aparece” (Louise Hay)
“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor."
(Johann Goethe)

Intenção!
Palavrinha poderosa essa, que os místicos conhecem muito bem. No coaching* ela é bem estratégica. E temos páginas e páginas de livros escritos mencionando tal poder.

Qualquer dicionário  ensina que intenção é aquilo que se pretende fazer; propósito, plano, idéia. Aquilo que se procura alcançar conscientemente ou não; desejo, intento. O fim que determina um ato... 

Entretanto isso é só o básico, sendo que para usar todo esse potencial é importante esmiuçar bem e entender ao máximo.

Todos temos desejos, fazemos planos, tentamos programar e controlar ao máximo a nossa vida. De modo geral a cabeça de todo o mundo é um turbilhão de desejos, até porque vivemos num sistema que nos pressiona a desejar mais e mais, numa ansiedade e constância incessante. Assim, na maioria das vezes, vivemos frustrados e infelizes, já que a nossa insatisfação é infindável, proporcional à nossa longa lista de desejos. Por isso é essencial entender esse mecanismo e torná-lo funcional.

Primeiro é importante percebermos o quanto nossas intenções têm sido importantes na nossa vida. Damos o mérito ao remédio, na cura da doença e à sorte, por algum benefício inesperado, valorizando algo fora de nós, sendo que o tempo inteiro nossas intenções estão funcionando desordenadamente, como um poder latente, em forma de anseios e medos subjetivos. Essa energia está dentro de nós,  trabalhando na moita, para o bem ou para o mal.

Alguns destes medos viram tormentos em nossas vidas e um dia uma realidade desagradável. Sem percebermos atraímos tanto coisas boas quanto desagradáveis, exatamente porque não administramos nossos desejos, virando estes um turbilhão de pensamentos e sentimentos desconexos, desorientados e, pior, muitas vezes involuntários.

Depois que percebermos e identificarmos o quanto nossos intentos conscientes ou inconscientes têm sido fundamentais em nossa vida, é hora de usarmos essa importante ferramenta de forma inteligente, direcionando-a, estrategicamente, para o que realmente importa. Priorize, portanto, seus desejos, usando o sentimento como bússola, e mantendo o foco. Mire em frente, como se usasse palas** ,invisíveis, que nem os cavalos. 

Entendendo profundamente o poder indiscutível da intenção, e aprendendo a usá-lo de forma proveitosa, traremos, de um lado, alívio aos nossos medos, às preocupacões e à ansiedade das incertezas e frustrações, e do outro, conquistaremos a paz de espírito e o tão desejado sossego.

Para quem finalmente captou a mensagem, faça o teste, perceba na prática, que o santo remédio está totalmente à nossa disposição e poderá ser o melhor amuleto da sorte que poderemos querer, a varinha de condão, a fada dos desejos ou o santo milagreiro, e acima de tudo isso, a verdadeira fórmula da felicidade.

*Coaching - ferramenta que ajuda as pessoas a aprimorarem seu desempenho, despertando seu potencial interno, sua capacidade de aprender, habilidades sociais e eficiência profissional e pessoal. 
**Antolhos   

0 comentários :

Postar um comentário

Este espaço é seu.
Deixe sua opinião ou se preferir conte uma história. Peço apenas que seja educado.
Obrigada, volte sempre.


Related Posts with Thumbnails